icon Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

CIDADES - A | + A

LAZER 07.03.2018 | 07h:30

Complexo da Salgadeira será reaberto para visitação em abril

Por: Karollen Nadeska, da Redação

Assessoria

Assessoria

Um dos pontos mais visitados de Mato Grosso, o Complexo da Salgadeira, localizado na rodovia MT-251 em Chapada dos Guimarães (70 km ao Sul) está previsto para ser reaberto ao público em abril deste ano. A obra que recentemente foi vistoriada pela segunda vez, está em fase de acabamento e traz como uma das grandes novidades, um espaço voltado para estudos e pesquisas arqueológicas – área de conhecimentos fósseis. A intenção é atrair turistas e pesquisadores do mundo inteiro e com isso gerar uma arrecadação maior de capital.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Cidades (Secid), a obra está 90% concluída e deverá ser inaugurada junto com o pacotão de obras do governo no aniversário de Cuiabá, em 8 de abril, alguns meses antes do fim do mandato de Pedro Taques. O local será aberto para visitação ao público com inúmeras atratividades, entre elas, um Centro de Interpretação Ambiental , que será uma espécie de mini museu e contará a história do município chapadense. Além disso, terá artesanatos, lanchonete e restaurante para consumo de comidas, bebidas e variedades. Valores e detalhes de cardápios ainda não foram disponibilizados.

Outro ponto relevante e que trará maior comodidade para o turista, é o estacionamento que está sendo construído na entrada do local. No entanto, a Secretaria-Adjunta de Turismo não informou se será cobrada taxa para estacionar. Quanto à transportes diretos, é esperado que empresas sejam contratadas na intenção de garantir o deslocamento daqueles que não possuem veículo próprio. Desmais informações sobre a segurança e valores por passageiro ainda serão divulgadas.

Contudo, o público poderá conferir melhor a paisagem com as trilhas e pontes metálicas numa extensão de 560 metros, que também é uma novidade dentro do projeto de revitalização e recuperação do local. A proposta é que os turistas possam ter visão panorâmica da Salgadeira.

 

Ainda de acordo com a Secid, restam apenas finalizar a pintura, o forro, acabamentos nas edificações e a estação de tratamento de esgoto, que inclusive foi inspecionada pelo juiz Rodrigo Curvo, da Vara do Meio Ambiente, e pela 15ª Promotoria de Defesa do Meio Ambiente, juntamente com a equipe técnica de engenheiros e advogados do governo. O custo total da obra está estimado em cerca de R$12,6 milhões.

Na avaliação do promotor de Justiça que esteve representando o Ministério Público do Estado (MPE) na vistoria, Marcelo Vacchiano, as principais dúvidas quanto ao meio ambiente foram sanadas, levando em consideração o acordo firmado com o órgão de fiscalização.

"O MP sai satisfeito dessa inspeção, as obras estão a todo vapor, o Estado e a empresa têm mostrado eficiência na execução desse trabalho. Tudo dentro do prazo, se comparado com as medições avaliadas pelos nossos engenheiros. Também está sanada a nossa preocupação quanto aos resíduos sólidos, porque projeto contempla uma estação para tratamento. Dentro do que está pactuado com o Ministério Público, o Estado está cumprindo”, disse.

Para o secretário de Cidades, Wilson Santos (PSDB), o retorno dos trabalhos na Salgadeira com a inspeção do Poder Público é um conjunto de esforços voltado a preocupação como um todo. “Foi um conjunto de esforços e boa vontade do MP, da Justiça e da atual gestão do Governo de Mato Grosso. Retomamos e estamos na fase final desse importante ponto turístico de Cuiabá. Por isso, é de extrema importância visitas como essas”, enfatizou.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

CONFIRA TAMBÉM NESTA SEÇÃO:





















logo O bom da notícia

Copyright © 2018 - O Bom da Notícia - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet